Gamernérfilos, ao concluir a trilogia de Animais Fantásticos, finalmente conclui que a geração de Newton Scamander superaria facilmente a geração dos bruxos de Harry Potter.

Não é uma afronta para Potter, Hermione e Rony, ou querer justificar quem é mais forte, ou mais fraco. Visto que nos filmes do bruxinho até os Bruxos já formados parecem ter seus poderes reduzidos ou não podem utilizá-los como deveriam.

Franquia Harry Potter — Reprodução Warner Bros. Pictures

Vamos aos fatos!

Apesar deu preferir os embates dos filmes de Harry Potter, em Animais Fantásticos, até um recém neófito consegue ter centenas de feitiços para usar se comparados aos formados na geração do nosso Bruxo. Fora o leque de combos de suas varinhas, parecem estar em jogos de luta como The King of Fighters e Jojo’s Bizarre Adventure com vários hits.

Franquia Animais Fantásticos — Reprodução Warner Bros. Pictures

Ficou ainda mais evidente no filme “Os Segredos de Dumbledore“, mesmo com confrontos curtos, a trocação de disparos das varas contém mais cenas que toda franquia de Harry Potter. Além disso, estendendo essas comparações, fica nítido que mesmo com estudos concluídos na escola da magia, eles parecem inexperientes. Sim, a impressão que ficamos é que a geração discipulada por Dumbledore e Minerva em sua velhice aprendem menos do que na época de sua juventude.

Se acontecesse uma viagem no tempo o que ocorreria?

A verdade, que um crossover entre Geração de Newt e Harry, eu teria pena. Pois, seria um massacre, salvo um ou outro com ligeira vantagem. Embora, pareça um desdenho com a saga do bruxinho, negar as evidências é o mesmo colocar em xeque o poder de Gellert Grindelwald contra Tom Riddle (Lord Voldemort).

Franquia Harry Potter — Reprodução Warner Bros. Pictures

Voldemort para ser derrotado só precisa da profecia seja cumprida para um jovem fazer o serviço em derrotá-lo. Enquanto isso, Grindelwald são necessários toda comunidade de bruxos para conseguir um arranhão. Confirmando as diferenças entre poder e controle dos feitiços e sabedoria de cada geração. Como resultado, isto comprova que na época de Scamander há uma ligeira vantagem.

Franquia Animais Fantásticos — Reprodução Warner Bros. Pictures

Conclusão

Pessoas de “bom senso”, sem o apelo de torcer pelas Casas de Hogwarts individualmente, saberão o sentido da comparação. É um choque de realidade, contudo, J. K. Rowling teve um tempo maior para conseguir desenvolver essa engenharia mística. Conseguindo aprimorar o formato de como seriam apresentados aos fãs da franquia.

Harry e sua turma precisaria trabalhar melhor em poções e feitiços além de Wingardium Leviosa, Expelliarmus, Expecto Patronum, para superar a velha guarda de Hogwarts.

Franquia Harry Potter — Reprodução Warner Bros. Pictures

E, por fim, o filme de Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore, estrelado por Eddie Redmayne, estreia em 14 de abril nos cinemas. O MeUGamer, já assistiu e nossa crítica será lançada em breve.

Pottermaníacos, concordam que a geração Scamander supera a geração de Harry Potter? Deixe seus comentários abaixo!

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.