Hazel Sky é um jogo brasileiro com uma grande premissa em aventura, puzzles e uma história integrante, que pode prender o jogador por várias horas em buscas de suas respostas enquanto resolve enigmas usando o cenário a seu favor! O desenvolvimento é do estúdio independente Coffee Addict Studio e distribuído pela publisher Neon Doctrine.

Aviso: Existe no jogo representações diretas e indiretas de suicídio, ferimentos em humanos e morte.

Em um universo que foi supostamente tomado pelo oceano, começou a existir dois grupos em guerra, os Engenheiros (que construíram cidades que voam no céu) e os Artistas (músicos, pintores, e até trabalhadores braçais). Até, que em um certo momento os Artistas cansaram do comportamento esnobe dos Engenheiros e começaram uma revolução para tomar a cidade.

Então começamos a conhecer Shane, levado pelo seu pai até um farol para realizar testes de Engenheiros para ajudar sua cidade natal Gideon com a falta do mesmo. Um garoto cujo sonho era deixar seu pai orgulhoso e ajudar sua cidade.

Em busca de paz e tranquilidade, as coisas não saem conforme o esperado. Ao colocar o jogador para realizar o primeiro teste de Engenheiro no farol, entramos em um clima pesado e negativo ao descobrir como outras pessoas reagiram aos testes, cometendo suicídio ou até mesmo desistindo dos seus objetivos.

A mecânica do game consegue ser bem simples, porém funcional com todo cenário que o jogador irá encontrar, como, por exemplo, a escalada, empurrar objetos, se balançar nas cordas, e até escorregar para conseguir as peças necessárias para obter sucesso nos testes. Algo que até certo ponto me deixou um pouco decepcionado foi a construção das máquinas voadoras, pois apenas é pegar um punhado de material de soldar ou martelar na máquina.

Outra mecânica bastante interessante é a do violão, onde você pode tocar musicas encontradas pelo cenário, e até mesmo invocar a misteriosa bruxa marrom.

Enquanto os Puzzles do jogo são divertidos, precisamos olhar atentamente ao redor procurando detalhes pelo local ou até mesmo pela ilha inteira em busca de solução. O jogo pode ser considerado um puzzle, já que as dicas são quase nulas, apenas te dizem o que fazer, mas não como fazer.

Existe em Hazel Sky um segredo que anda de mãos dadas com a história principal sem o protagonista interagir muito. Se o jogador for a mais fundo e desejar platinar o game, ele terá que se aprofundar e desvendar os segredos do ‘O Culto da Lua‘, visando invocar a misteriosa bruxa marrom, caso o jogador consiga irar liberar um final um tanto triste.

Gameplay com comentários do jogo.

Gamerdito (Conclusão)

Com uma história tão profunda e consequentemente faz todo jogador refletir sobre seus objetivos e sonhos, pois cada personagem que irá encontrar durante a sua jornada desiste dos seus sonhos por não aguentar a pressão e sonhar tão alto como deveriam.

O jogo representa de forma tão eficaz como somos manipulados pelas pessoas, que desejam atingir seus objetivos.O importante é sermos nos mesmo com a nossa liberdade de expressão que é algo muito valioso.

Hazel Sky é um game que surpreende e entrega muito de sua história, mesmo com falhas é um game que vai divertir e fazer todo jogador refletir sobre sua vida, o quão isso é precioso e importante para todos nos.

NOTA 7/10.


Este review foi feito com uma cópia cedida pela Neon Doctrine. O jogo está disponível para PlayStation 5, PlayStation 4, Xbox Series X|S, Xbox One, Nintendo Switch e PC.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.