Anime de My Dress-Up Darling é uma homenagem aos cosplayers!

My Dress-Up Darling busca homenagear aqueles que vivem do Cosplay

Desde janeiro quando a Funimation e a Crunchyroll lançaram a adaptação do mangá de My Dress-Up Darling para anime, me deixou bastante curioso. Confesso que prefiro mangás e animes de ação que não tenham envolvimentos com Harém ou afins. No entanto, pela sinopse achei uma temática interessante sobre Wakana Gojou, ou simplesmente Gojo. Onde encantado pelo talento do seu avô em desenvolver bonecas japonesas ‘Hina‘(deixei a fonte do Wikipedia), decide seguir a mesma profissão, como artesão. Contudo, devido à modernidade essa profissão e o seu desejo por criar vestido para bonecas, é visto com desdenho por seus amigos. Logo, Wakana esconde de todos que desenvolve esse trabalho.

Seja quem você realmente quer ser!

Evidentemente, é sofrível ter que guardar coisas que amamos preocupando com Bullying causados por pessoas ignorantes. É nesse momento, que as coisas começam a mudar para nosso protagonista. Em sua escola, ele conhece Marin Kitagawa uma amante de Cosplay e sonha ter uma roupa igualmente de sua ídola Juju-san. Ela descobre que Gojou possui um talento incrível e sabe costurar como ninguém. E, lhe cria um desafio de confeccionar o tão sonhado traje, igual Juju usou e ganhou o mundo.

Sabendo disto, podemos adentrar em nosso assunto principal que é o foco do deste artigo. O anime poderia jogar apenas cenas escrachadas de sensualidade para chamar atenção dos telespectadores. Porém, ele é muito mais profundo do que isto, fazendo você se importar com a história de cada personagem. Até mesmo, a maturidade que eles vão adquirindo ao longo do tempo e observamos no anime.

Desejamos ser como nossos heróis

Quando gostamos de um anime, queremos nos vestir parecido com nosso personagem predileto, e, ainda mais, quando possui atributos incríveis. Isto, também se estende para os jogos, hqs de heróis, entre outros. Sonhamos ter aquele mesmo poder, motivação e atos heroicos como um verdadeiro Otaku pensa. São nesses momentos, em que incorporamos uma nova vida e alguns esquecem seus problemas. Para os amantes de cosplay, a série consegue respeitar o espírito dos que se vestem como cosplayers.

A produção se preocupou em mostrar que apesar da fama e alegria todos possui anseios como qualquer uma pessoa normal. No episódio 8, a maior cosplayer do mundo na série, deixa evidente sua inveja por uma fã normal. Assim como, a necessidade de ter muitas pessoas ao seu redor não significa felicidade.

Uma homenagem ao cosplay

Além disso, presenciamos a importância e como é transportado para ficção que utilizar um traje de um personagem que a pessoa gosta, é algo normal. Deixando de lado todo preconceito que muitos locais possui com pessoas que tem como profissão se incorporar no personagem. As representações de outras exibidas na programação da televisão no desenho, deixam um maior realismo para inspirações dos personagens. Criando uma homenagem para os que vivem diariamente como um cosplayer.

O anime se encontra na primeira temporada, e o mangá já vendeu mais de 5 milhões de cópias desde o lançamento da série em 9 de janeiro de 2022.

Se ainda não conhece a produção tanto do mangá e anime, recomendo como um passatempo interessante, com uma trama envolvente e boas risadas. Atualmente, é possível acompanhar ‘Sono Bisque Doll Wa Koi O Suru’ no streaming online da Funimation e Crunchyroll.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.