Golgari midrange, o deck mais equilibrado do meta T2.

Golgari midrange, o deck mais equilibrado do meta T2.
 

Em meio a febre dos jogos online a Magic: The Gathering, mesmo entrando na onda digital com o seu jogo virtual, os fãs relutam em migrar para a plataforma online, continuando no clássico e convencional, e, es que a cada lançamento a empresa cresce ainda mais. Desta vez, o set Golgari Mindrange, chegou para competir no meio dos decks aggro, com potencial de acabar o jogo logo nos primeiros turnos e decks controle que buscam arrastar o jogo para uma vitória inevitável, eis que surge uma opção para quem procura o equilíbrio.  
 
O Golgari midrange obteve sua base montada na rotação passada, onde focava em trabalhar com marcadores +1/+1 junto da mecânica de explorar, com a chegada de “Guildas de Ravnica” essas mecânicas foram expandidas com a inclusão de cartas das cores da guilda Golgari e atingiu seu auge de protagonismo no metagame T2. Para os mais inexperientes o conceito de um deck midrange é concentrar seus esforços em retardar a explosão dos decks mais rápidos e montar um campo ameaçador contra os decks controle. Alguns fatores explicam o alto desempenho do deck, o principal deles é o card advantage, graças a habilidade de explorar frequentemente terrenos são colocados do topo do deck diretamente na sua mão, diminuindo a chance de “flood” em relação a terrenos, outro fator a ser observado é a grande reciclagem que o deck faz, conseguindo retornar permanentes para a mão ou mesmo direito pro campo de batalha, o deck é cheio de cartas que fazem uma vantagem numérica ao serem jogados.

Set Golgari midrange

Um dos destaques individuais vai para o andarilho vicejante, carta obrigatória no deck. Sua habilidade de ganhar vida e crescer a cada exploração, o torna a carta ideal para sobreviver aos decks aggros, por seu potencial ele entra em campo com um alvo na testa, porém por ter 3 de resistência é preciso de um pouco de esforço da parte do oponente para se livrar dele.  

Outros destaques a serem comentados são o tirano da carnificina e o ceifador da meia noite, ambos figuram bem em uma partida contra decks controle, o primeiro por ser extremamente difícil de lidar, pouquíssimas cartas no metagame conseguem tira-lo da mesa, e das que conseguem, a esmagadora maioria delas são brancas, o que explica o fato de decks controles sem a presença do branco estarem tão mal posicionados no meta em geral. Já o ceifador é uma daquelas cartas que fazem muita vantagem, a grande supremacia dos decks controle sobre os decks focados em criatura está nas remoções em massa, já que com uma carta é possível lidar com todas as ameaças do oponente com apenas uma carta, mas com o ceifador na mesa a conversa é bem diferente, comprando um card pra cada criatura morta, ele se torna uma apólice de seguro com um custo bastante irrisório. 

Mana - Magic

 Contudo, o deck deve sofrer alterações com as novas cartas de “lealdade em ravnica”, para encaixar a hidra simic, uma das cartas mais caras e poderosas do Standart, o deck terá splash para o azul, dando mais força ao main deck e mais variedade ao side deck, de golgari para sultai midrange.  

Por todos esses detalhes considero Golgari midrange o deck mais equilibrado da franquia Magic

Star Wars: 4 De maio amazon



Posted Under

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.