Crítica Untold Corrupção no Basquete Netflix
Untold Corrupção no Basquete (Divulgação / Netflix)

Estreou na Netflix mais um episódio da série de filmes documentários Untold, que trouxe dessa vez o título ‘Corrupção no Basquete‘, e a crítica completa você lê a seguir.

No verão de 2007, surgiram notícias de que um árbitro da NBA estava sendo investigado por apostar em seus próprios jogos, provocando uma tempestade na mídia e levando a NBA, o FBI e os fãs de esportes à crise.

Crítica – Untold: Corrupção no Basquete

Quando as pessoas pensam em ‘Documentário’, normalmente se dividem entre aqueles que gostam de assistir algo por conhecimento, e aqueles que não gostam do gênero. Entretanto, a série de filmes documentados Untold, da Netflix, consegue transmitir com clareza esses momentos, de uma forma não massante.

O caso ‘Corrupção no Basquete’ promove sentimentos oportunos em uma história triste. O que começou com prazer e oportunidade, terminou com a destruição de uma vida (pelo menos).

O juiz Tim Donaghy, um dos melhores da NBA durante anos, acabou sendo pego em um esquema de armação de jogos. Pelo menos, como mostrado na trama, pode ser somente fraude.

Quando pensamos que um juiz, que dentre mais de 50, fica entre os três melhores, não conseguimos imaginar que ele interferia nos jogos em benefício próprio. Dessa forma, fica complicado entender como chegamos a essa situação.

As casas de apostas, agora, dominam o mundo esportivo. Todos nós já apostamos algo na vida, dinheiro entre amigos ou ‘jantares’, como mostrado na trama. Entretanto, quando isso se debate com o trabalho, podemos ter diversos problemas.

Envolvido até com a máfia, Donaghy não só se prejudicou, com também ‘financiou’ todas as coisas ruins envolvidas dentre os mafiosos.

A NBA, por suas obrigações legais, fizeram o certo, em certa parte, achando um culpado. Erraram, sim, em não acusar mais nenhum dos mais de 40 árbitros também envolvidos em apostas.

A mensagem

Entretanto, a mensagem principal, para aqueles que observam de fora, principalmente os mais jovens, foi passada. Não podemos ter atitudes sem pensar. As consequências sempre estarão lá.

O mérito de culpa fica subjetivo, como é o papel de muitos documentários. Precisamos pensar nas consequências.

Um dos melhores juízes da NBA, Tim Donaghy, acabou com sua própria vida sozinho. Quando não temos escolha, se complicamos, é verdade. Porém, quando podemos escolher o lado bom e certo, precisamos tomar uma decisão.

Dessa forma, o arrependimento sempre virá posteriormente.

Com um clima favorável, um tempo rápido, e apenas tópicos importantes, o filme documentário de um dos maiores e polêmicos casos da NBA cumpre bem o seu papel.

Dessa forma, fecho Untold: Corrupção no Basquete com a nota 8/10.

Por fim, assista ao filme documental Untold: Corrupção no Basquete agora, somente na Netflix.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube, Google News.

icon

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.