Mortal Kombat de Simon McQuoid
Mortal Kombat - Imagem / Divugação

Durante um evento que ocorreu recentemente do novo filme de Mortal Kombat, o diretor Simon McQuoid confirmou que o seu “Mortal Kombat” não apresentaria várias linhas do tempo.

Simon McQuoid reconheceu a história da série com viagens no tempo e cronogramas alternativos, mas enfatizou que o objetivo com esta reinicialização era estreitar a  história de Mortal Kombat e manter as coisas o mais simples possível.

Confira parte da entrevista dada por Simon McQuoid ao ScreenRant:

“Existem muitos cronogramas diferentes com diferentes interações de personagens, e todos os tipos de coisas que saem do material de origem. Portanto tínhamos consciência disso da mesma forma que respeitávamos tudo o que vinha do material de origem. Mas nós realmente não mexemos com o tempo. Além dessa abertura, que se passa no Japão antigo, é a atualidade. Portanto, não mexemos com o tempo de forma alguma. E tentamos manter esse aspecto razoavelmente simples, porque já havia o suficiente acontecendo, muito movimento de pratos acontecendo com este filme. Portanto, tentamos manter esse aspecto bem simples”.

McQuoid menciona ainda que a abertura do filme se passa no Japão antigo, onde é mostrado um confronto entre Bi-Han e Hanzo Hasashi. No entanto, ele enfatizou que a abertura seria a única cena que não ocorre atualmente.

Por fim, o novo Mortal Kombat tem previsão de estreia para o dia 15 de abril de 2021.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.