A Electronic Arts fez uma contraproposta para aquisição da produtora Codemasters, um dos estúdios de maior sucesso quando os jogos são do gênero de corrida, especificamente em competições que envolvem eventos mundiais de automobilismo, entre eles a Fórmula 1. Depois de alguns rumores circulando em sites como Sky News, sobre a proposta da Take-Two Interactive, não ter agradado os investidores da Codemasters no valor de 725 milhões de libras (R$4,9 bilhões).

A gigante americana enviou sua proposta e colocou a desenvolvedora britânica contra parede, com um valor estimado em  US $ 1,2 bilhão (R$ 6 bilhões) *, além de ações, consolidando uma proposta mais interessante para os acionistas da Codemasters e superando a da Take-Two. Segundo sua assessoria, a aquisição está prevista para ser concluída no primeiro trimestre do calendário de 2021.

Os atuais responsáveis pelas duas empresas tanto do lado da EA e da Codemasters, comentaram sobre esta parceria.

“A Electronic Arts e a Codemasters compartilham a ambição de liderar a categoria de corridas de videogame. O Board of Codemasters acredita firmemente que a empresa se beneficiaria do conhecimento, dos recursos e da ampla escala global da EA – tanto em geral quanto especificamente no setor de corrida. ”disse Gerhard Florin, o presidente da Codemasters.

“Acreditamos que existe uma oportunidade profundamente atraente em reunir a Codemasters e a Electronic Arts para criar novos jogos de corrida incríveis e inovadores para os fãs.  Por muitos anos, admiramos o talento criativo e os jogos de alta qualidade da Codemasters. Com o aproveitamento total da tecnologia, experiência de plataforma e alcance global da EA, essa combinação nos permitirá aumentar nossas franquias existentes e oferecer mais experiências de corrida que definem a indústria para uma base de fãs pelo mundo. ”disse Andrew Wilson, CEO da Electronic Arts.

Desde sua criação em 1986, consolidando 34 de experiência no mercado de desenvolvimento de games, a Codemasters é conhecida principalmente por suas franquias de jogos de corrida, como F1, Dirt, e Project CARS, recentemente a empresa adquiriu a licença para produzir jogos do Campeonato Mundial de Rali (WRC).

Gamernéfilos, quem sabe franquias da EA como Need For Speed retomem seu curso de sucesso com o grupo da desenvolvedora britânica frente ao projeto. Agora, vamos aguardar os próximos capítulos e toda auditoria de transição da compra da Codemaster Racing pela Electronic Arts. Com aquisição, os jogos da empresa inglesa poderão agregar ao catálogo de jogos do EA Play, serviço de assinatura que disponibiliza uma série de jogos para que os assinantes possam instalar e jogar nos consoles e PCs.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.