Epic Games Store / Foto Divulgação

Segundo a própria Epic Games, a desenvolvedora gastou quase $12 milhões (dólares) com outras desenvolvedoras e editoras (distribuídoras) de games. A intenção era atrair novos usuários para plataforma com promoções de games gratuitos. Além disso, esses dados fazem parte de um dos muitos documentos compartilhados como parte da batalha legal entre a Epic e a Apple; que finalmente foi a julgamento hoje.

O documento compartilhado pelo cofundador da GameDiscovery, Simon Carless, apresenta os primeiros nove meses das promoções de games gratuitos da Epic Games Store. Por fim, ele detalha: o quanto foi pago para apresentar um game; quantas pessoas ela trouxe para a plataforma e quanto ela acabou pagando por novo usuário.

Confira uma imagem do documento abaixo:

Importante: O cofundador da GameDiscovery, Simon Carless, divulgou o documento em seu Twitter Oficial.

Custos

A princípio, algumas campanhas interessantes se destacam. A promoção de games gratuitos da Epic para a coleção Batman Arkham no final de 2019 foi a mais cara no início; no entanto, conseguiu trazer uma boa quantidade de novas contas para a plataforma.

Ou seja, a Epic Games pagou US $ 1,5 milhão (dólares) para dar a Batman Arkham Collection em Setembro de 2019. Um total de 6,5 milhões de contas resgataram uma cópia. Contudo, desses 6,5 milhões, pouco mais de 613.900 eram contas novas; ou seja, cerca de 10% do resgate total e um custo de US $ 2,44 (dólares) por novo usuário.

Além disso, essa é a segunda melhor campanha que a Epic veiculou durante os primeiros nove meses, atrás apenas de Subnautica; que arrecadou $1,4 milhão. Tudo isso foi doado apenas algumas semanas após o lançamento da Epic Games Store em Dezembro de 2018. A campanha de Subnautica finalmente trouxe 804.000 novas contas para a pltaforma, 17% dos 4,6 milhões de resgates de games. Foi um custo total de US $ 1,74 (dólares) por novos usuários.

Por fim, as promoções de games grátis para games como Inside e Celeste acabaram custando à Epic um bom dinheiro. A empresa pagou a desenvolvedora de Celeste, Matt Makes Games, US $750.000 para dar a Celeste gratuitamente em Agosto de 2019. Por meio dessa promoção, baixaram Celeste um total de 2,7 milhões de vezes, mas apenas 62.500 dessas foram novas inscrições. Portanto, o custo de aquisição foi de US $12 (dólares) por novo usuário.

E aí Gamernéfilos, será o fim dos games grátis na Epic Games? Deixem seus comentários abaixo.

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.