Respire final explicado netflix minissérie
Respire (Divulgação / Netflix)

A minissérie Respire estreou a poucos dias na Netflix, e muitos fãs procuram saber o final explicado, visto que ele é bem ambíguo.

Estrelado por Melissa Barrera, de Pânico (2022), como Liv, uma mulher em uma missão após ficar presa numa ilha, depois de um trágico acidente de avião.

Relembre a minissérie

Liv – uma advogada de alto escalão, obcecada por empregos – encontra-se subitamente forçada a lidar com a vida sem tecnologia e voltar a se encontrar depois de uma viagem para visitar sua mãe distante em Inuvik, uma pequena cidade nos territórios do noroeste do Canadá.

Quando seu voo está atrasado, uma Liv em pânico pega carona com dois estranhos, que levam um avião particular passando pela cidade de desejo dela.

Os homens afirmam ser um piloto e fotógrafo da natureza, e voluntariamente aceitar seus $1000 para tê-la junto. Então o avião cai, os homens morrem como resultado e Liv se encontra no meio do nada sem ninguém ter ideia de onde ela está.

Os caras nem eram quem diziam ser, eram traficantes. Então, com um saco de drogas e dinheiro e muito pouco mais, Liv tenta encontrar santuário e civilização.

Nos dias seguintes, uma Liv frenética passa por tudo que você pode imaginar que pode enfrentar no deserto, incluindo um quase afogamento, múltiplos ferimentos e um urso.

À medida que ela começa a alucinar na luta para se manter viva, os espectadores se tornam privilegiados do porquê ela até tomou essa jornada em primeiro lugar, com flashbacks de sua infância e um romance de escritório com um homem chamado Danny.

Respire – Final explicado da minissérie da Netflix

Honestamente, quando se fala da sobrevivência de Liv, há duas teorias circulando na internet.

Na tela, vemos Liv finalmente salva, com dois homens a encontrando e puxando-a de um rio. A partir daí, vemos flashes da vida de Liv daqui para frente – incluindo o nascimento de seu filho, uma feliz reunião com o pai do bebê Danny, e as esperanças de uma vida nova e feliz.

No entanto, esta é uma série muito ambígua, e poderia ela ter realmente conseguido o final feliz que ela precisava?

Afinal, nunca há uma confirmação de que ela encontrou ou conheceu sua mãe, apesar de passar por um inferno para fazê-lo.

Além disso, depois de testemunhar tantas alucinações, como nós, como telespectadores, sabemos que ela saiu viva?

Felizmente, os criadores Brendan Gall e Martin Gero deram alguma clareza… para alguns deles, pelo menos.

“O final é literal em que ela sobrevive”, disse Gall a EW. “Nós a vemos acordar novamente e tomar esse fôlego.”

“A parte ambígua, a parte para interpretação, é se as imagens dela e Danny indo para o hospital são flash futuros ou seu futuro imaginado quando ela acredita que está morrendo. Ambos são válidos.”

“Mas ela sobrevive”, acrescentou Martin. “Ela realmente sobrevive.”

“Ela está indo atrás de algo que ela acha que precisa, que é alguma forma de validação ou encerramento de sua mãe, mas no final ela descobre lá fora através de tarefas muito ativas é que ela é forte o suficiente para estar sozinha”, disse Brendan.

“Assim, ela não só é uma advogada inteligente, mas também ela pode suportar emocionalmente basicamente qualquer coisa que é jogada para ela. Pessoalmente, gosto de pensar que as coisas que vemos com Danny são reais, então para mim também é que ela é capaz de amar e ser amada.”

Por fim, assista à minissérie Respire (Keep Breating) agora, na Netflix.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.