Festival Mix Brasil

Festival Mix Brasil

A 25° edição do Festival Mix Brasil anunciou sua programação.  O evento começa no dia 15 vai até o dia 26 de novembro. O primeiro longa que abre a mostra é “Me Chame Pelo Seu Nome“, do diretor italiano Luca Guadagnino.

 

Trailer Me Chame Pelo Seu Nome.

O homenageado desse ano será o cineasta americano Gus Van Sant (Milk – A Voz da Igualdade) recebe o trófeu Ícone Mix, pelo conjunto de sua obra, e ganha retrospectiva.

Com um total de 159 filmes de 34 países, com vários sucessos em festivais. O festival também conta com quatro longas escolhidos como representantes de seus países no Oscar 2018; são Conversa Fiada (Taiwan), Os Iniciados (África do Sul),  Thelma (Noruega) e Tom of Finland (Finlândia) .

 

O Show de abertura do evento contará com a banda Liniker e os Caramelows, no Auditório Ibirapuera.

 

 

Confira também os 20 curtas nacionais presentes no 25º Mix Brasil em ordem alfabética:

Afronte, de Bruno Victor e Marcus Azevedo
Ainda Não, de Julia Leite
Aquela Estrada, de Rafael Ramos
Cachorro, de Gustavo Vinagre
Dandara, de Flávia Ayer e Fred Bottrel
Estamos Todos Aqui, de Chico Santos e Rafael Mellim
Inocentes, de Douglas Soares
Luiza, de Caio Baú
Minha Única Terra é na Lua, de Sergio Silva
Na Esquina da Minha Rua Favorita com a Tua, de Alice Name-Bomtempo
Namoro à Distância, de Carolina Markowicz
O Porteiro do Dia, de Fábio Leal
O Quebra-Cabeça de Sara, de Allan Ribeiro
Pele Suja Minha Carne, de Bruno Ribeiro
Sam, de Miguel Moura
Stanley, de Paulo Roberto
Tailor, de Calí dos Anjos
Vaca Profana, de René Guerra
Vando Vulgo Vedita, de Andréia Pires e Leonardo Mouramateus
Vênus-Filó a Fadinha Lésbica, de Sávio Leite

 

Conheça os 12 longas-metragens brasileiros que concorrem ao Coelho de Ouro:

 

Serguei, O Último Psicodélico

Serguei, O Último Psicodélico – contá história do roqueiro que chegou a namorar Janis Joplin

A Filosofia na Alcova, de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez
A Moça do Calendário, de Helena Ignez
Alguma Coisa Assim, de Esmir Filho e Mariana Bastos
Aos Teus Olhos, de Carolina Jabor
Berenice Procura, de Allan Fiterman
Casa da Xiclet, de Sofia Amaral
Guigo Offline, de René Guerra
Intimidade Pública, de Luciana Canton
Luana Muniz – Filha da Lua, de Rian Córdova e Leonardo Menezes
Meu Nome é Jacque, de Angela Zoé
Música para Quando as Luzes se Apagam, de Ismael Caneppele
Sergei, O Último Psicodélico, de Ching Lee e Zahy Tata Pur’gte
Inocentes, de Douglas Soares

 

O evento tem entrada gratuita! Para mais detalhes, acesse o site e as redes sociais do Festival Mix Brasil 2017. Lembrando que o evento começa exatamente em um feriado nacional, excelente para fazer uma visita se você mora em São Paulo.

 

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.