Elex II review onde baixar onde jogar
Elex II - Piranha Bytes

Elex II é o mais novo lançamento da Piranha Bytes, sendo uma sequência direta de ELEX I, um RPG de mundo aberto pós-apocalíptico misturando ciência e fantasia.

Não tive a oportunidade de jogar Elex I, e durante minha gameplay, notei que há sim, uma necessidade de revisar os acontecimentos em ELEX I para entender melhor todo o complexo mundo de ELEX II.

Iniciamos nossa jornada como o comandante Jax, aposentado, morando em uma aldeia abandonada. Um cometa cai, destruindo sua casa e liberando uma espécie de Alien. Jax é atingido e a cutscene termina, mudando completamente o nível gráfico entre cutscene e gameplay.

Mini-Review Elex II - Vale a Pena?

Iniciando os trabalhos

O jogo começa, e a sensação é que podemos nos perder em meio a tantos NPC e diálogos presentes no jogo. Má notícia: não existe tradução para pt-br nem dublagem! Terá que praticar seu belo inglês. Uma falha grande dos desenvolvedores do jogo, já que estamos em uma geração que buscam por jogos com legendas ou até mesmo dublagens em português em seus jogos. O Brasil é um dos maiores mercados do mundo em aquisição de jogos.

Em vários momentos, tive a sensação que algo faltava: porque o NPC que converso me dá uma missão com inimigos de nível bem mais elevado que o meu? É uma missão da história principal ou secundária? Qual motivo temos que guardar nossa arma para craftar itens em corpos?

Mesmo quando o jogo tenta explicar as coisas, ele falha. O jogo indica que devemos nos unir a facções presentes, porém, em muitos momentos nos deparamos com situações complicadas.

Unindo ao Albs, não podemos acessar a melhoria de habilidades até que estejamos completamente unidos a facção. So podemos nos unir a facção enfrentando missões bem longas, longas mesmo…..

Caminhos e missões

Andar pelo mundo de Magalan pode ser chato. Como resultado, se você observar seu minimapa, não verá nenhum prédio ou caminho, tornando a exploração do mapa uma tarefa tediosa.

Também observei que os locais de viagens rápidas são bastante difíceis de detectar, portanto, lembre-se disso se você planeja encontrar esses teletransportadores nessa grande bagunça pós-apocalíptica de mundo aberto.

A missão e o design da missão são ruins. Consiste principalmente em correr para um local enquanto ouve personagens desinteressantes falarem sobre coisas chatas e missões normalmente terminam com um encontro de combate sem inspiração. Na maioria das vezes, é apenas conversar com várias pessoas localizadas longe no mapa e andar desnecessariamente aqui e ali. Usar o jetpack torna a movimentação menos chata, mas não justifica o design ruim da missão.

Gráficos?

A taxa de quadros costuma se manter a 30 quadros. Áreas com mais elementos, essa taxa de quadros cai drasticamente. Apesar da iluminação natural nos personagens, parecem de um jogo de PS3 ou 360.

A outra falha bastante desagradável da iluminação. As coisas tendem a ter uma aparência mais desbotada à luz do amanhecer. Além disso, a parte sonora apresenta problemas consideráveis, talvez o orçamento limitado do jogo não tenha ajudado nos ajustes.

Combate em Elex II?

Combate é aceitável, porém, limitado. Bloqueie um inimigo, desvie e bloqueie, observe o medidor de resistência e mate o outro.

Poderes mágicos e de ficção científica também entram em jogo. Elex II não possui equilibro. No início, nos deparamos com inimigos que nos derrubam com um tiro. Por outro lado, os loadins entre uma morte e outra são relativamente rápidos, o que já ajuda.

Porém, a situação complica quando somos enviados para missões com inimigos de nível relativamente superior ao nosso após conversar com os NPC´S e não há um indicador que aquele não é o momento de seguir pela missão.

Além da dificuldade de localização e rumo que devemos seguir na história, players acostumados a jogos traduzidos devem encontrar uma dificuldade maior ao lidar com tantas informações em momentos cruciais do jogo. No entanto, existe a opção de espanhol, o que já ajuda. Porém, para entender a história de Elex você deve ler…e muito, além do combate básico necessário.

Vale a Pena Jogar Elex II?

O jogo possui design ultrapassado para a geração atual. A história é interessante, mas não salva os diversos problemas técnicos presentes, a forma como o jogo conduz o jogador, deixando novatos perdidos. Assim como, a ausência de legenda ou dublagem pt-br pode afastar jogadores devido à quantidade enorme de diálogos. Em suma, indicado a fãs de RPG que estão sem opção de jogo no momento.

Elex II está disponível no PS4, PS5, Xbox Series e PC. Da mesma forma, uma chave foi concedida para esta review.

Elex II - Vale a Pena?: "A história é interessante, porém, problemas técnicos e visuais ultrapassados, podem afetar a experiência de jogo de players mais exigentes."vanessaferreira
6
out of 10.
2022-03-16T12:17:59-0300

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.