nier: automata the end of yorha edition review nier: automata the end of yorha edition análise nier: automata the end of yorha edition gameplay
nier: automata the end of yorha edition -Square Enix

Nier: Automata The End of YoRHa Edition foi desenvolvido pela PlatinumGames e publicado pela Square Enix onde entramos em um RPG de ação em um mundo pós-apocalíptico.

Invasores de outro mundo são uma ameaça iminente, principalmente com armas conhecidas como “formas de vida de máquina”. Com tamanha ameaça, a humanidade acaba se refugiando na Lua.

Assumimos o papel de 2B, que integra uma nova força militar YoRHa, onde encaramos uma batalha para retomar o planeta Terra. Como androide, nosso objetivo é erradicar tais máquinas e conforme avançamos, aprendemos os segredos mais sombrios e reviravoltas. O jogo apresenta uma série de gêneros em um mundo aberto.

As máquinas tornaram-se cada vez mais avançadas, explorando os resquícios da sociedade humana e aprendendo sobre ela, tentando replicar certos aspectos da natureza humana. Nenhum dos personagens principais são humanos. Todos são androides se estiverem envolvidos com YoRHA ou uma máquina.

Embora não sejam humanos, atingiram um nível de humanidade, composto de inteligência e sensibilidade. Temos uma inclinação filosófica, até mesmo relacionada ao nome de determinados personagens.

O tópico onde exploramos diferentes elementos humanos por meio de máquinas não é uma abordagem não convencional, mas funciona nesse caso. Temos também o ponto que leva as pessoas a matarem e os aspectos negativos da humanidade. Mesmo com o avanço tecnológico, as pessoas continuam brigando por diferenças e ignoram as semelhanças.

Jogabilidade

Nier Automata entrega uma história interessante para descobrir e seguir com nossa jornada. O jogo fornece uma boa experiência em geral, com um jogo de ação e elementos de RPG apresentando um ritmo rápido, porém, fora das sequências pesadas de combate.

Possui uma ótima mecânica que permite navegar e explorar o mundo e também funcionam como sistemas usados para aprimorar a verticalidade do mundo e seus puzzles de plataforma. Tem uma jogabilidade variada, muitas vezes mudando de gênero e utilizando algumas transições de câmera, que fornecem mudanças na jogabilidade no enquadramento para ambientes diferentes.

Boa parte do jogo se entrega aos elementos de RPG. Isso se estende desde ganhar XP até assumir missões secundárias e atualizar nossas armas. Ao derrotar os inimigos, subimos de nível após ganhar XP suficiente e isso permite que possamos realizar missões secundárias , descobertas ao explorar os muitos ambientes que o mundo tem a oferecer.

As missões secundárias possuem como indicador um ponto de interrogação no mapa e não fornecem um nível, podendo o jogador deparar com inimigos de nível mais elevado. Nesse sentido, além de aumentar o nível de nossos personagens, também podemos aumentar o dano de nossas armas levando-as em uma loja e usando materiais para atualizá-las.

Também podemos instar Pod Chips nos andróides, que fornecem buffs para saúde ou velocidade de movimento, além disso, aprimoramos os ataques para causar mais dano ou desviar a saúde de inimigos que foram derrotados.

Temos um limite de quantos chips podemos instalar em determinado momento, mas é uma boa opção ter a capacidade de personalizar ,com base no nosso estilo de jogo.

Som

Além de uma ótima história, um elemento que se faz presente no jogo é o som. Nier oferece o melhor quando se trata de design de som e trilha sonora. Do mesmo modo, do barulho das máquinas que se movem por todo o mundo, à lama de areia quando deslizamos pelas dunas de areia, o mundo de Nier parece vivo.

A trilha sonora do jogo é uma obra de arte por si só, aumentando o tom das cenas em que são utilizadas, repleto de emoções, que descobrimos à medida que avançamos.

Da mesma forma, cenas de ação, cenas com emoções, cenas suaves e tranquilas, todos tem um tom adequado e a trilha se destaca. Em outras palavras, as atuações dos personagens também combinam com o tom e as atitudes dos personagens que estão interpretando, com menções especiais para os personagens 9S e 2B.

Desempenho

A adaptação para o Nintendo Switch aparentemente é coerente com o console e recebeu um ótimo tratamento no geral. Claro, que existe uma diferença desempenho entre os consoles mais potentes, com o jogo apresentando apenas 30 fps.

Acima de tudo, os recursos gráficos foram renderizados com uma resolução mais baixa e texturas menos detalhadas. Notei algumas quedas de taxas de quadros bem suaves no geral. No entanto, o combate pareceu lento em alguns momentos. Por exemplo, certas animações pareciam atrasadas e executadas de forma lenta.

Gamerdito

Primordialmente, é um jogo que apresenta grandes personagens, um mundo interessante e mistérios para serem descobertos. Fornece uma narrativa memorável e jogabilidade com desafios na medida certa.

Além disso, existem alguns problemas técnicos perceptíveis, porém, com a game de possibilidades, dá a sensação que devemos descobrir mais desse mundo e isso por si só é um motivo significativo para se jogar.

Por fim, acompanhe nossa cobertura completa sobre o mundo dos jogos, aqui pelo site!

Nier: Automata The End of YoRHa Edition - Nintendo Switch Review: "Fornece uma infinidade de possibilidades, dando a sensação que devemos descobrir mais desse mundo". - Vanessa Ferreiravanessaferreira
7
out of 10.
2022-11-23T18:32:48-0300

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.