Pangeon - Masmorras e seus mistérios - Mini Review - Nintendo Switch
Pangeon - Gaming Factory / Ultimate Games

Pangeon foi desenvolvido pelas Skrypious e Vegetables Games, e publicado pelas Gaming Factory e Ultimate Games.A Ultimate Games traz um jogo nostálgico e ao mesmo tempo ótimo para a nova geração que ainda não teve a oportunidade de apreciar os jogos da década de 90.

Em Pangeon, não temos uma história sólida, porém o objetivo de explorar masmorras e sair vivo com o máximo de tesouros possíveis. Ao iniciar a jornada temos a opção de escolher entre quatro classes, são elas: Guerreiro, Arqueiro, Ladrão e Mago. Ao escolher a classe, temos a chance de distribuir nossos pontos de habilidade como em todo bom RPG. Esses atributos são muito importantes para o desenvolvimento do personagem e ao longo do jogo, quanto mais inimigos derrotar, mais experiência irá ganhar, difinindo o elemento de exploração das masmorras como essencial.

Pangeon tem muito da essência dos RPGs classicos, como gerenciamento de inventário, diversos equipamentos e armazenamentos, baús escondidos, labirintos, armadilhas, hordas de inimigos e chefões poderosos tudo isso com vida e mana limitada como nos jogos mais antigos onde a dificuldade imperava.
Sobreviver é a palavra chave neste jogo e realmente não é algo fácil, pois o sistema de combate é bem simples e rudimentar, basicamente consiste em atacar e recuar.

Ao passar pelas masmorras você tem a oportunidade de falar com outros viajantes que te explicam melhor a história do jogo e suas missões, além da oportunidade de comprar itens, armamento e armaduras e também vender o que você adquiriu pelo caminho. Cada masmorra segue o mesmo padrão, labirintos, salas repletas de inimigos, armadilhas e no final um chefão. Uma masmorra mais ampla tornaria o jogo menos previsível e repetitivo.

Temos a opção de equipar armas, tanto na mão esquerda quanto na direita,porém não temos uma vasta lista de armas disponíveis e acabamos limitados.Existe uma complicação na hitbox que é a área que o jogo reconhece onde esta sua arma em relação ao inimigo, como se fosse a área de impacto. Temos que estar bem perto dos inimigos para acertá-los, ou seja, classes com pouca vida ou armas a distância, acabam sofrendo se são emboscados. Os inimigos são difíceis por natureza, mas os chefões são bem mais desafiadores.

A trilha sonora não é incrível mas é bem ambientada ao estilo de exploração e mistério do jogo. Ao encontrar algum inimigo ou situação perigosa a música fica mais alta e intensa aumentando a sensação de tensão no jogador.
Quanto aos gráficos, o estilo de Pangeon possui elementos 3D com 2D .Taxa de frames mantiveram a estabilidade necessária, mesmo com bastante elementos ativos no cenário.

GAMERDITO

Pangeon cumpre seu papel. É nostalgico, bem ambientado, porém, o resultado final poderia ser melhor. Talvez futuros updates possam corrigir tais falhas, principalmente no controle e hitbox. É um jogo curto, desafiador. Indicado aos players que apreciam jogos relacionados a masmorras.

Pangeon - Masmorras e seus mistérios - Mini Review - Nintendo Switch: Pangeon cumpre seu papel. É nostálgico, bem ambientado, porém, o resultado final poderia ser melhor." - Fernando Yamagishichubbs
7
out of 10.
2020-11-13T11:20:19-0300

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.