FIFA 21 o jogo de futebol da Electronic Arts, que chegou no dia 9 de outubro. Inicialmente foi lançado para Playstation 4 (PS4), Xbox One e PC (via EA Play). Além de tudo, o game também será lançado nos consoles da nova geração do Playstation 5 e Xbox Series X e Series S, em 4 de dezembro de 2020.

Apesar de um ano atípico devido ao cenário atual que o mundo está passando ocasionado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). De fato, existia uma grande dúvida se a EA Sports, lançaria um jogo reformulado ou apenas uma atualização de elenco, assim fez a Konami no PES. Entretanto, a empresa optou por uma atualização completa com melhorias e inclusão de novo gerenciamento no modo carreira e jogabilidade mais fluída em relação ao último título.

Amistoso e escalação em tempo real

O simulador de futebol sempre teve diversos níveis de inteligência artificial quando jogamos contra a máquina, o que facilita bastante jogadores inexperientes, desde o nível mais fácil, podendo ir até o gol sem sofrer algum tipo de interceptação rigorosa na roubada de bola e ao nível mais alto. Na prática, se você é novato comece pelo nível padrão e vai modificando conforme sua familiaridade com os comandos dos dribles e passes. Mas para sair da mesmice, a EA, inovou e atribuiu um nível baseado no estilo de jogo de diversos pro players de FIFA no mundo. Isso elevou o nível da IA, parecendo com jogadores reais e não meros “bots“. Caso sinta uma dificuldade insana para vencer, basta desligar esta opção e tudo retornará ao normal. Visto que, os jogadores vão trabalhar melhor a posse de bola, posicionamento e passes curto, e, em profundidade. Os amistosos vão ficar muito mais intenso com essa opção, caso tenha efetuado modificações de elenco na edição de time, desative a escalação ao vivo para jogar com seu time base que selecionou por padrão.

Com maior liberdade na jogabilidade, cria-se situações com passes em profundidade facilitando a entrada em diagonal fazendo o famoso “facão” — que, é um termo utilizado quando os atacantes recebem a bola em condições de finalizar ao gol, no movimento, em formato de “x”. Tática muito utilizada pelos atacantes Salah e Mané do time do Liverpool campeão mundial sobre o Flamengo no fim de 2019 e da Liga dos Campeões da UEFA, no mesmo ano.

Até pelo motivo, da nova dinâmica do jogo, fique atento na forma de interceptar os passes e no cerco do jogador adversário. Ao contrário das versões anteriores, jogada de extrema velocidade é recomendado puxar o jogador mais próximo para que o bote na bola seja elaborado com sucesso, sem correr o risco de perder na dividida. Lembrando que FIFA sempre teve por característica a roubada de bola no tempo de precisão correta ao apertar os botões, diferentemente de outros títulos de jogos de futebol.

Saudades do FIFA Manager?

A EA tentou atrair outros jogadores que curtem jogo de simulador de futebol, os usuários que preferem gerenciar um clube por completo vão ter nova chance em FIFA 21. Apesar de FIFA Manager ter ficado ativo por mais de uma década, o jogo foi encerrado em 2014. Ademais, a empresa não estava disposta em perder todo esse trabalho desenvolvido durante anos. Pouco a pouco, foi sendo introduzido dentro de FIFA. No entanto, no título de 2021 ficou ainda mais evidente. O novo visual do modo carreira exibe algo característico do extinto FIFA Manager. As contratações de novos jogadores e olheiro de clubes estão melhores.

O treinamento contém novos aspectos para o treinamento do time, forçando escolhas técnicas para melhorar o entrosamento do elenco. Tenha cuidado, treinamento exaustivo poderá mudar o humor do jogador e rendimento em campo. Agora, existe a possibilidade de escolher os treinos diários ou definir quando o time terá sua folga. Melhorando os aspectos de Humor, físico e nitidez.

No modo carreira, há opção de personalização de criação de personagens e personalização tanto treinadores e treinadoras, que podem ser customizados de acordo com as preferências do usuário.

Se a evolução da sua equipe não esteja conforme o esperado, mude a estratégia de cada jogador confira sempre sua evolução para que eles se enquadrem ao seu estilo de jogo. Caso um jogador possua características diferentes de sua formação do clube, recomendo que o negocie com outros clubes e contrate outros e até mesmo utilize os jogadores da base.

Fut, Draft e Ultimate Team

Ultimate Team é sem dúvida algo que atrai os amantes da franquia. A dinâmica da competição e a forma que conseguimos cartas para um bom draft de cartas na montagem de elenco, é um verdadeiro atrativo para passar horas jogando. Nesse quesito o Ultimate Team, leva ligeira vantagem ao modo myClub do PES. Os menus estão mais intuitivos e fácil para convidar seus amigos para jogar. com o novo pop-up no menu principal com diversas opções de partida. Por falar nisso, um novo modo Co-op está disponível na nova versão.

Os tradicionais torneios do modo e opções clássicas continuam inalterados. O Squad Battles é um dos modos que o Ultimate Team do FIFA 21 proporciona aos jogadores conquistar boas recompensas. Nele você utiliza normalmente a sua equipe do FUT contra escalações de outros jogadores reais, mas com um detalhe: é a máquina que controla o time adversário. Sendo um dos modos mais lucrativos para ter sucesso com pontos do jogo e subir seu rank.

A customização da equipe é interessante, com liberdade para escolha de de clubes de diversos locais pelo mundo, emblemas, cantos de torcida (— Algo que realmente acho válido no jogo), visual do estádio entre outros. Tudo isso está disponível no momento da criação da equipe. Depois de personalizar o clube e escolher o elenco correto, é só jogar os torneios online e desafiar outros adversários para aumentar sua reputação.

VOLTA ou FIFA Street 2021?

Quando o FIFA Street oops, VOLTA foi anunciado em 2019 que chegaria ao FIFA 20, minha empolgação foi tremenda, o modo teria uma grande responsabilidade em substituir a Jornada de Alex Hunter —, confesso que a trilogia do Jornada, prendeu-me por completo; — instigando a jogar o FIFA quase todos os dias. O VOLTA, trouxe uma nova perspectiva para os fãs da extinta franquia, mas minha experiência na época foi um tanto morna, devido alguns bugs na campanha. Na sua segunda aparição dentro do FIFA 21, o VOLTA melhorou e muito tanto nos no controle de bola, dribles mais realistas e sua jogabilidade. Outros locais também foram introduzidos e o modo multiplayer muito aguardado foi adicionado ao modo. As quadras brasileiras estão representadas por Rio de Janeiro e São Paulo com visual icônico e claramente reconhecido. Entre as novas mudanças estão: maior opções de elementos para criar e personalizar os jogadores do time — um dos momentos que passei horas testando cada acessório, tatuagem, vestimentas entre outras coisas mais. Assim como o seu antecessor, personalidades do mundo da bola e até influenciadores foram introduzidos nos eventos do jogo. Destaque para os craques de futebol Kaká, Zidane e Lampard. O renomado DJ e produtor Diplo, e Anthony Joshua, medalhista de ouro olímpico e duas vezes campeão mundial unificado na categoria peso-pesado, os dois aparecem como personagens jogáveis. Thierry Henry retorna em nova parceria com a EA, antes apareceu já como jogador aposentado em “A Jornada” e foi mentor de Hunter na ocasião.

Por fim, Cantona, aparece mais novo no auge do seu futebol, o craque francês também tem sua carta como Icon no FUT, como revelado previamente pela própria empresa. As joias do futebol atual como Mbappé, do PSG, e Alexander-Arnold, lateral do Liverpool, dão as caras na modalidade.

Nova era da narração com a chegada de Gustavo Villani

Depois de oito temporadas de FIFA, Tiago Leifert, deixou seu posto de narrador oficial da franquia, passando para Gustavo Villani narrador do SportTV. Inesperadamente, surpreendeu muitos jogadores que gostavam da narração descontraída do apresentador ao lado do comentarista e ex-jogador de futebol Caio Ribeiro ambos da Rede Globo. Antes de mais nada, Tiago anunciou em abril de 2020, que sua esposa estava grávida do sua primeira filha. O nascimento da primeira filha do casal foi na última quarta-feira, 28/10. Talvez, um dos motivos de seu afastamento frente a narração do jogo.

Guga ao contrário do que muitos devem ter pensado, como primeira narração, não apresentou falas mornas e sem emoções. Apesar de ser algo um pouco mais “sério”, em relação ao Leifert; Villani conseguiu incorporar o espírito do seu amigo de profissão e não fez feio. Com narrações bastante incisivas, como se estivesse dentro de um jogo real e não virtual. Trazendo uma imersão mais realista. Ele também consegue fazer alguns trocadilhos com times brasileiros e estrangeiros além das curiosidades de alguns clubes. Outro narrador que deu as caras em FIFA, foi Guto Nejaim, dublador e narrador esportivo com uma carreira de grande destaque na televisão brasileira, sua voz pode ser ouvida durante as disputas intensas com cenas emblemáticas do centro de São Paulo, no modo VOLTA.

Licenciamento dos Brasileiros e Libertadores

Após o lançamento do FIFA 20, um DLC foi lançado atualizando o jogo com times participantes das competições da Libertadores da América, Copa Sul-Americana e a Recopa. O licenciamento com a Conmebol continua no título atual, incluindo o Clube de Regatas do Flamengo, campeão da última competição em cima do River Plate da Argentina. Será possível jogar com as equipes que entraram através da Liberta no modo de amistoso. Como de costume, os problemas de contrato com jogadores de clubes brasileiros, muitos jogadores com nomes genéricos e aparência que diverge dos jogadores reais.

Em vez disso, o uso de números que não seguem a numeração de 1 ao 11, utilizando números personalizados estão presentes em alguns clubes, para deixar similar aos utilizados por jogadores na vida real, de seus respectivos clubes. O que chamou atenção foi a inclusão na Liga do Brasil do time Oceânico FC, — quem sabe foi uma forma de aos poucos aumentar o número de clubes na liga do Brasil —, para suprir ausências dos clubes não licenciados.

Os quatro times da América do Sul, que entraram no DLC do título passado, continuam licenciados são eles Universidade Católica, do Chile, Milionarios da Colômbia, além de Racing e Independiente, da Argentina.

Gráficos e trilha sonora

Os jogos de FIFA eram uma fábrica de revelar novos talentos musicais consagrando os artistas e grupos musicais, com hits que alcançaria as paradas de sucesso. Porém, nos últimos anos a EA, mudou bastante e optou por incluir artistas mais consagrado, uma prova disso foi o seu investimento na trilha sonora de FIFA 21. Inclusive faixas da cantora brasileira Anitta, Dua Lipa, Tame Impala, Diplo e outros artistas conhecidos.

Sobre os gráficos do simulador de futebol, FIFA teve uma ligeira evolução em relação ao seu antecessor, melhoria no comportamento dos jogadores, movimentação e feições mais humanizadas. Aliás, os goleiros apresentam saltos mais consistente nas suas defesas de bola; —Era uma das queixas que sempre tive e, eles conseguiram evoluir. Os estádios são representados fielmente no game e com grito da torcida mais vivo, mas não passa disso. Embora, a ambientando esteja imersiva que conseguirá empolgar o jogador.

Gamerdito

Em uma época que os títulos de futebol são dominados somente pelas franquias de eFootball Pes e FIFA, o jogo da Electronic Arts, consegue fechar um ciclo de uma geração e adentrando em uma nova geração de consoles como o melhor jogo da franquia FIFA dos últimos anos. Trazendo melhorias e adicionando novos elementos no modo carreira e online.

Review FIFA 21: FIFA 21 consegue encerrar um ciclo da atual geração abrindo caminho para nova geração de consoles, com uma jogabilidade mais fluída e objetivaJefão Calheiro
8.5
out of 10.
2020-11-12T09:49:00-0300

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.