Kotaku e Gizmodo, sendo o Kotaku referência em publicação para diversos sites do entretenimento da indústria dos games entraram em greve! Segundo o site Poynter, os jornalistas revindicam melhores condições de trabalhos e salários. Além de uma carga horário mais aplicável com seus estilos de vida. Ao todo, 100 funcionários do grupo Gizmondo Media Group Union, estão questionando os reajustes. Totalizando seis veículos de comunicação são eles: Jezebel, The Root, Lifehacker, Kotaku, Jalopnik e Gizmodo.

Desde o último dia 28 de fevereiro, o site do Kotaku não é atualizado e seus leitores provavelmente devem ter estranhado. A questão é que já existe uma audiência correndo entre os advogados do grupo, em relação ao sindicato que estão representando os funcionários. Em 2015, houve um problema similar, porém, não havia ocorrido uma greve onde as publicações fossem prejudicadas.

O site menciona que o CEO da G/O Media, Jim Spanfeller, em comunicado via email, estava “Desapontado” por não chegarem a um acordo.

Aparentemente, os funcionários questionam que a empresa deve se adaptar para um novo padrão, com pessoas trans e não-binárias. Algo, que os donos do grupo relutam em fazer essas mudanças, já que alegam que os funcionários que devem ser adaptar a empresa.

Até o fechamento desta publicação nenhum dos sites haviam retornado suas edições diárias.

Conhecendo nós brasileiros, não divide que logo em nosso país teremos algo similar nos próximos dias ou meses.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.