Índia pode proibir 'PUBG Mobile' como parte da repressão a aplicativos chineses
Índia pode proibir 'PUBG Mobile' como parte da repressão a aplicativos chineses - Foto: Divulgação / PUGB Corporation

A Índia pode estender sua proibição ao TikTok e outros aplicativos de origem chinesa e também, tudo indica,  PUBG Mobile e títulos semelhantes.

 Fontes do Economic Times afirmam que o país escreveu uma lista de 275 aplicativos chineses em análise com possíveis problemas de segurança e privacidade nacional, incluindo o PUBG Mobile (apoiado pela gigante chinesa de tecnologia Tencent ) e o aplicativo de compras do Alibaba AliExpress

Outros aplicativos do proprietário do TikTok, ByteDance, também estão sendo analisados, como Resso e ULike, enquanto 14 dos aplicativos Mi da Xiaomi estão sendo analisados ​​com atenção. 

Empresas com investimentos chineses, como Supercell , desenvolvedora do Clash of Clans , também estão sob investigação.

Não é certo qual a probabilidade dessas proibições. O governo indiano pode banir “todos, alguns ou nenhum” dos 275, disse um dos supostos internos. 

Diz-se que o governo está desenvolvendo um processo formal para essas proibições, incluindo uma lei ou regulamento que exigiria monitoramento constante desses aplicativos.

Se houvesse uma proibição do PUBG Mobile, poderia ser um duro golpe para o desenvolvedor PUBG Corporation. A Índia é o maior mercado para o hit battle royale.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.