Crítica | Papillon (2018)

Crítica | Papillon (2018) - MeuGamer.com
 

Papillon é um filme inspirado no Best-seller de 1969, que também pode ser considerado um remake do filme Papillon de 1973. Talvez “Papillon” (2018) seja um dos filmes mais bonitos até o momento neste ano, não se deixe enganar pela pouca publicidade do filme, ele certamente te surpreenderá.

O ato inicial do filme, consegue prender e atrair a atenção do expectador, mostrando que é um filme com personalidade. Nos minutos iniciais você consegue sentir a  empatia pela situação em que Papillon (Charlie Hunnam) acaba caindo, já que ele foi acusado de algo que não fez, a trama inicial simplesmente consegue te segurar na cadeira, e embarcar na dor de um homem que acusado injustamente, precisa fugir.

 

Charlie Hunnam e Rami Malek presos na ilha do diabo em "Papillon"
Charlie Hunnam e Rami Malek presos na ilha do diabo em “Papillon”

Por ser um filme de fuga de prisão, você já imagina que será um filme de cenas repetidas e com fugas previsíveis, mas eis o exato ponto da questão, o filme se torna imprevisível quando o assunto é fuga. O clima que o filme te envolve por conta da prisão na Guiana Francesa, é avassalador, e certamente causa um certo peso na consciência de quem estiver assistindo ao filme.

“Papillon” acerta em cheio na precisão da sua fotografia, já que é um filme de cenas muito bonitas e que certamente conseguem retratar a dureza, frieza e pessimismo que há naquela prisão. Há uma sequência de cenas nesse filme, que certamente te deixará encantado, ao mesmo tempo que você vai se sentir na pele de Papi, e começará a questionar a própria sanidade.

A atuação de Rami Malek como Louis Dega, de fato não é o melhor que o ator pode fazer, mas conseguiu cumprir o propósito no filme, já que ele não “rouba” as cenas, ele apenas tem harmonia com o filme.

Os atos do filme são bem amarradinhos, as cenas que parecem ser longas e cansativas são completamente o oposto, elas passam a ser as melhores cenas do filme, as transições de ambiente são bem trabalhadas, e não causam estranheza ou erro de continuidade.

“Papillon” (2018) é o filme que você certamente deve dar uma chance e ir assistir, não se engane com sua pouca divulgação o filme é ótimo e certamente você vai sair da sala de cinema com vontade de assistir novamente.

 

Nota da crítica

Crítica | Papillon (2018)

4

Muito Bom

por Vitor Walden


Star Wars: 4 De maio amazon



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.