Review do jogo Stela no Nintendo Switch

Review do jogo Stela no Nintendo Switch
 

Stela foi desenvolvido pela SkyBox Labs co-desenvolvedora do futuro jogo “Halo Infinite” da franquia Halo do Xbox Game Studios. Lançado em 17 de outubro de 2019, inicialmente para os dispositivos móveis e Xbox One. Porém, somente chegou ao console do Switch e Pc em 13 de março de 2020.

Optamos pela análise no Nintendo Switch. Stela é um jogo de plataforma com quebra-cabeças em 2D com um grau de dificuldade bastante notável e com visual artístico e músicas deslumbrantes. Bote seus fones de ouvidos para imergir na história de uma jovem garota que acorda em uma espécie de altar em um mundo muito diferente do nosso.  

Arte e desenvolvilmento

Tudo parece tranquilo até você se deparar com um mundo hostil e com habitantes perigosos que vão te atacar e perseguir a todo momento, cada passo é um desafio e tem que ser dado com cautela pois logo você descobre que sua vida depende de quanto rápido.

Suas decisões devem ser rápidas como correr dos inimigos, pular precipícios ou jogar objetos enquanto corre para tentar freia ir a horda de monstros que te persegue, atém de tudo isso você terá que resolver quebra-cabeças.

A arte do jogo é super imersiva, você sente a vulnerabilidade da garota, você sabe que não tem armas e nem super poderes, sua melhor chance de sobreviver é correr, se esconder e usar o cenário ao seu favor.

Em alguns momentos do game você compara com o aclamado jogo indie “Inside” e (do Limbo) pela sua imersão, já que Stela sempre é bem-sucedida em quase tudo que faz.

Os controles?

Apesar de não existir um passo a passo, os controles são bem fáceis e simples de aprender, o direcional movimenta a personagem, o botão B pula e o A é o botão de ação —; que serve para interagir com diversos objetos e elementos do mapa. Super básico para um jogo de plataforma.

Nada é seguro, os perigos estão em todo lugar, o chão pode desmoronar, uma ponte pode cair, objetos podem despencar em você. A personagem deixa o jogador em alerta a qualquer mudança na iluminação, clima e terreno durante o jogo, pois tudo pode influenciar na sua próxima ação.

Logo no início do jogo você descobre que não está sozinha e que não deve confiar em ninguém e confiar na aparência inofensiva de nada pois cedo ou tarde alguma coisa persegue a personagem. Existe uma espécie de culto no jogo, os monstros que habitam o local parecem cultuar uma espécie de pedra gigante que pulsa uma luz. Entre correr e sobreviver busque entender tudo o que está se passando, é tudo muito rápido e frenético. Normalmente se esconder atrás de alguma raiz, troncos de árvore ou pedras é a melhor opção para não chamar a atenção de alguma criatura. No melhor estilo stealth. Nesses momentos que tentamos digerir tudo que está acontecendo em volta de Stela.

Personagem consegue ser cativante?

Uma protagonista tão frágil e tão forte e ao mesmo tempo por aguentar tantos obstáculos sua jornada, além de ter que manter o psicológico forte para passar pelas armadilhas e quebra-cabeças do jogo, e por falar em quebra-cabeças eles são os pontos fortes do jogo.

Analise tudo em sua volta para passar pelos quebra-cabeças mais simples até os mais complexos e desafiadores nos quais por experiência própria; — digo que paciência é fundamental. Pois pode acontecer de você ter que repetir os desafios, até entender a mecânica do desafio. Afinal, não pode ignora-lo e seguir na aventura, quando um quebra-cabeça surge todos seus sentidos são postos a prova.

Trilha sonora

A trilha sonora é fantástica e te acompanha o jogo todo, te assustando, alertando, ou até mesmo te iludindo para pensar que está tudo tranquilo —; e, enfim quando tudo acalma algo inesperado acontece.

Entretanto, o jogo peca em momentos que a protagonista encontra outras criaturas. Fica nítido que o jogo não foi projetado para um confronto frente a frente. Em alguns momentos, tempo de resposta do controle fica lento e com um pouco de delay. Além disso, quando você pula de determinada altitude mesmo ficando evidente que era uma queda fatal, nada acontece. Chegamos até lembrar das quedas dos primeiros jogos de Prince of Persia.

Considerações finais

Mas isso não tira toda imersão e sutileza do jogo em um ar sombrio e inspirador. Há muito para descobrir e admirar neste jogo, recomendo jogar no “Modo TV” ou no modo portátil, vale cada segundo jogado. 

O jogo está disponível para Xbox One, iOS, PC e Nintendo Switch.

Review do jogo Stela: Há muito para descobrir e admirar neste jogochubbs
7
out of 10.
2020-03-20T20:27:36-0300

Acompanhe o MeuGamer no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram, Twitch e Pinterest.

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.