Cyberpunk 2077 apesar do sucesso de vendas em seu lançamento, provavelmente, foi o jogo com maior chuva de crítica do século atual. Com inúmeros bugs, problemas de performance nos consoles e mesmo com o patch day one, não resolveu os problemas. A CDPR Red, periodicamente começou a lançar patch de correções com centenas de ajustes, para amenizar as reclamações dos feedbacks negativos.

Continua após a publicidade.

No entanto, com dados vazados da CD Projekt RED, isso poderia ter sido evitado. Parece que a equipe de desenvolvedores, resolveram mapear uma série de problemas técnicos que foram encontrados no jogo. Eles criaram montagem mostrando falhas claras juntando em vídeos compilados. Agora, não sabemos se esses vídeos chegou a ser apresentado aos responsáveis pela empresa. Os vídeos mostram cenas bizarras e fica difícil de acreditar, que mesmo assim, o jogo foi aprovado para lançamento. Os usuários membros de sites tais como: Resetera, o controverso 4chan, e até o Reddit publicaram as compilações. Além disso, esse vazamento por diversas vezes recebeu citações no Twitter:

Gamernéfilos, não posso ser leviano ao afirmar que “os CEO” da CDPR Red sabiam dos problemas listados antes do lançamento. Pois, seria algo extremamente grave, ao fazer milhões de jogadores ter sua experiência frustrada. Embora, depois do lançamento e vendo todas as críticas negativas, o CEO pediu de desculpas pelas irresponsabilidades com os jogadores. Assumindo o erro em lançar algo com problemas por pressão dos acionistas, ao invés em demorar um tempo maior e corrigir os erros.

Ademais, para deixar os jogadores mais decepcionados um pré-alpha com a primeira versão de Cyberpunk de 2013, vazou. O vídeo vazado, apresenta o protagonista na perspectiva em terceira pessoa. Segundo as fontes o vídeo realmente é de Cyberpunk 2077. Assista o vídeo, logo abaixo. Observação algumas cenas exibem personagens em momentos íntimos.

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.