A Square Enix, lançou nesta terça-feira (24), Forspoken o jogo que prometia trazer uma nova visão dos seus futuros títulos na nova geração de consoles e também no PC. Desenvolvido no motor gráfico do Unreal Engine 5 criado pela Epic Games, os jogadores estavam animados pela novidade. Project Athia, jogo anunciado em um evento do PS5 em 2020, encantou com o seu trailer mostrando um novo mundo e gráficos que impressionavam. Posteriormente foi rebatizado para Fospoken trazendo a protagonista Frey buscando seu caminho de volta para casa.

O responsável pelo desenvolvimento do game é o estúdio Luminous Productions, conhecido por membros da equipe fazerem parte do projeto de Final Fantasy XV. Outro jogo, que também recebeu críticas mistas, pelos fãs e especializada no ano de lançamento. Apesar das expectativas, o jogo da primeira negra protagonista da Square Enix, não agradaram os jogadores que ansiavam por algo inovador.

Final Fantasy ocidental

Algumas décadas sabemos que a gigante japonesa é uma exímia desenvolvedora de jogos de JRPG com suas franquias duradouras. Final Fantasy é uma dessa que possui inúmeros títulos lançados para consoles, PC e mobiles. Acreditando em sua reputação e tentando atrair aceitação dos jogadores do ocidente. Sua iniciativa de um título inédito focado em uma personagem na perspectiva ocidental, parecia uma escolha excelente. Bem, apenas parecia! Já que sua execução não foi totalmente contemplada como prometido. O jogo recebeu alguns adiamentos, deixando os jogadores insatisfeitos, boa parte é no efeito da pandemia de 2020.

Contudo, a demonstração gratuita liberada para o console da Sony no Playstation 5, deixaram os jogadores sem acreditar no que viram. O desempenho não era um dos melhore, com quedas de frames e bugs simples para um jogo considerado AAA. O lado positivo era que os controles do Dualsense respondiam com maestria os comandos nas ações da personagem Frey.

Estratégia equivocada?

O analista da empresa possivelmente acreditou que criar uma versão para o ocidente sem colocar traços japoneses ganharia mais jogadores. O problema é que a impressão que ficamos apenas modificaram skins. Se você é um jogador perceptivo, vai conseguir visualizar que os personagens possuem traços orientais. Até Frey protagonista foge do traço de uma pessoa negra, com sua face equivocadamente de uma pessoa caucasiana. A empresa não buscou o capricho aos detalhes em determinadas situações para transportar esta imersão aos jogadores. Embora, que pareça uma estratégia equivocada, fará a empresa perder um lucro incalculável, deixando seus acionistas no prejuízo.

Uma das principais reclamações dos jogadores nas redes sociais giram em torno da falta de carisma da protagonista e das piadas em diversos momentos no jogo. Além disso, a trama torna-se arrastada, com a verdadeira gameplay acontecendo horas após o início do jogo, já com a protagonista repleta de habilidades. Com um mundo aberto que possui elementos que se destacam, o jogo não soube aproveitar o melhor que poderia oferecer. Ainda assim, observamos uma similaridade com os poderes da Frey com o do protagonista da franquia Infamous, da Sucker Punch Productions.

Forspoken início de gameplay sem comentários no PS5 (Legendas em PT-BR)

Arriscaram muito com o primeiro jogo focado na atual geração com gráficos de última geração e pecaram. Provavelmente, Forskpoken dependendo das vendas nesse primeiro mês do seu lançamento, entre para o limbo eterno de jogos que a Square Enix, reviverá tão cedo. No último ano, eles se livraram de IP (Propriedade Intelectual) das franquias tais como Tomb Raider, Deus Ex, Thief, Legacy of Kain e mais 50 outras. Alegando focar em novas IPs que lhe desse tempo para trazer algo novo e inspirado que sua comunidade de jogadores se agradassem.

Infelizmente, o antigo Project Athia não é um desses que ficará guardado na imaginação dos jogadores. Que seja de aprendizado para a maior desenvolvedora de jogos de RPG do mundo. Trazer um jogo mais coeso, mesmo que seja um desenvolvimento demorado, mas beirando sua perfeição.

Por fim, Fospoken foi lançado nesta terça-feira, 24 de janeiro para Playstation 5 e PC Windows via Steam e Epic Games Store.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube, Google News.

icon

Forspoken

Data de lançamento:(24/01/2023)  

Desenvolvedora: Luminous Productions Publicadora: Square Enix

Plataforma(s): PC Playstation 5

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.