A Valve anunciou ontem (23), que está limitando a alteração da nacionalidade dos usuários cadastrados na plataforma Steam. Devido à alta demanda de jogadores que tentam levar vantagens ao comprar jogos alterando nas configurações a sua localidade para adquirir jogos mais baratos.

Como o exemplo, houve um período que jogos comprados na Rússia custavam 4 vezes mais barato, isso levava usuários em mudar sua localidade e comprar os jogos na promoção. Essas compras acabam desequilibrando os ganhos da plataforma e seus repasses paras desenvolvedoras.

Agora, com as novas mudanças impostas pela nova diretriz da empresa. O país não pode ser atualizado mais de uma vez a cada 3 meses. Causando algumas reclamações em fóruns como o Reddit e também no Twitter, usuários alegaram que esse método adotado poderá prejudicar pessoas que mudam constante devido seus trabalhos. Embora, isso de fato possa ser algo que prejudicará uma parcela de jogadores, não parece que a Valve pretende retroceder de sua decisão.

Gamernéfilos, você utiliza este meio para compra de seus jogos ou entende que a decisão da dona do Steam é a correta? Conte-nos queremos saber sua opinião!

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.