A Capcom anunciou nesta terça-feira, 8 de fevereiro, que o remake de Resident Evil 3 lançado em abril de 2020 para consoles e PC, atingiu 5 milhões de cópias vendidas. Essa marca é baseada nas unidades de mídias físicas enviadas para as lojas e também nas vendas online das plataformas onde o jogo foi lançado. Quase dois anos após, que a versão do reboot para geração passada, que conseguiu superar a marca.

O remake era para ser um sucesso de crítica como foi Resident Evil 2, no entanto, saiu ao contrário devido mudanças e cortes no tempo de gameplay. Assim sendo, o título conseguiu ser menor que o original protagonizado por Jill Valentine contra o temível Nemesis. Embora, tenha atingido a marca, o último jogo da franquia intitulado Resident Evil Village, em menos de cinco meses, alcançou o mesmo número em outubro de 2021. Criando um sucesso maior mesmo o jogo sendo em primeira pessoa, já que os fãs preferem a versão mais clássica de terceira pessoa. A gigante japonesa tentando inovar trouxe o modo multiplayer intitulado Resistance acabou atraindo pouco interesse dos usuários. Talvez, pela baixas vendas logo no primeiro ano de lançamento.

Agora resta aguardar se a próxima reimaginação de RE 4, tratá uma nostalgia ou pontos cruciais também vão ser descartados ou encurtados. Caso não conheça o enredo do jogo, confira nosso especial divididos em 4 partes de toda história iniciada pela Capcom nos anos 90.

E, por fim, Resident Evil 3 Remake está disponível para Playstation, Xbox e PC.

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.