Valkyrie Elysium Review Valkyrie Elysium analise Valkyrie Elysium gameplay
Valkyrie Elysium - Square Enix

Valkyrie Elysium , desenvolvido pela Soleil e publicado pela Square Enix é a aposta da empresa para o retorno da série Valkyrie Profile, uma franquia de sucesso e amada pelos fãs de RPGs.

Nesta nova versão, temos um toque de modernidade, saindo um pouco de suas raízes. Confesso que esta foi minha primeira experiência e contato com a série Valkyrie, tive a impressão, ao ler e assistir elementos sobre a franquia, que a releitura soa interessante, porém, com restrições.

História

Iniciamos nossa jornada com um pouco da história de Elysiums, onde temos uma batalha entre Odin e Fenrir, um enorme lobo. É uma batalha enorme e conhecida na mitologia nórdica. Odin fica enfraquecido mas não morre e recua para seu reino para se recuperar.
Após ser ferido, ele convoca uma valquíria para ajudar a purificar as almas perdidas devido a esta guerra.

Temos então, uma sequência para o novo jogo, onde percebemos que tem potencial, porém com orçamento restrito e limitado. O enredo acaba ficando em segundo plano, boa parte devido ao tempo de execução. Até mesmo nossa Valquíria tem poucos elementos, comparada aos enormes detalhes presentes na mitologia nórdica. O enredo é previsível, com a maior parte da explicação no momento inicial do jogo.

Gameplay

O Combate mudou para se adaptar aos tempos modernos. Podemos dizer que agora temos um RPG de ação. Lutamos contra os inimigos em tempo real, com o sistema de batalha em turnos evitado desta vez. Funciona e serve ao propósito que os desenvolvedores queriam, evoluindo o sistema de combate.

A Valquíria e os Einherjar combinam. Os quatro espíritos que encontramos no caminho para evitar o Ragnarok merecem destaque, com cada um deles tendo um relacionamento com a protagonista. Valkyrie está tão determinada a ajuda Odin que não existem outros objetivos em sua mente. Sem esse envolvimento com os Einherjar, não teríamos uma ligação adicional.

Claro, temos a famosa árvore de habilidades, três delas que devemos focar, divididas entre árvores de ataque, defesa e suporte. Deixamos nossa valquíria mais forte, aumentando a magia e estatísticas ganhando gemas. Podemos nos concentrar no combate, desbloqueando a capacidade de invocar um suporte automaticamente junto com outros.

Trocamos entre duas armas e usamos magia. É um sistema útil, mas não tem uma mecânica de combate profunda. No entanto, não deixa de ser divertida. Quando convocamos um Einherjar para ajudar, cada um vem com seu próprio elemento e devemos escolher corretamente qual utilizar em cada ocasião.

Os inimigos tem pontos fracos para armas específicas e no jogo possuímos um verdadeiro arsenal. Por exemplo, uma lança pode ser lenta, mas forte , enquanto um florete é rápido, mas fraco. Escolher a arma certa é um aspecto estratégico divertido, mantendo o interesse no combate.

Gráficos e Som

Infelizmente, nesse aspecto o jogo tem restrições, ainda mais com os recursos que um PS5 pode apresentar. Conforme dito anteriormente, o fator limitador certamente foi o orçamento. Os gráficos e design de arte, são em grande parte do jogo, ok. Não deixam a impressão de um jogo de última geração. O movimento do personagem é fluído, animações, rosto e sincronização de lábio são empoladas.

Primordialmente, não chega a ser terrível, apenas não é o nível que esperaríamos. Não temos tanta atenção aos detalhes e o cenário pelo qual percorremos parece sem graça e repetitivo. Bem como, a Iluminação e sombras são omitidas.
A trilha sonora é excelente, contínua, não é repetitiva e se encaixa nos momentos de ação e mudanças. A música realiza seu trabalho de forma sutil, até mesmo como forma de alertar sobre encontro com inimigos.

Gamerdito

Valkyrie Elysium tem potencial, mas possui restrições. Acima de tudo, o combate é divertido, mas não possui profundidade. A maior potência do jogo é quando os inimigos surgem na tela. Além disso, o resto soa sem brilho, deixando espaços amplos para melhorias. Porém, é uma nova abordagem da série Valkyrie Profile que pode manter os fãs da franquia, interessados. Aos novatos como eu, entrega uma experiência básica, sem impressionar.

Acertou

Um ótimo sistema de combate
Luta contra chefe divertida e envolvente
Uma grande variedade de armas
Poderia melhorar

Gráficos

Pode soar repetitivo
Sem profundidade e carisma
Várias novas mecânicas foram usadas, como o uso de cenas de aperto para abrir portões.
Algumas câmeras parecem um pouco antigas também.

Por fim, acompanhe nossa cobertura completa sobre o mundo dos games aqui pelo site!

Valkyrie Elysium - Playstation 5: É uma nova abordagem da série Valkyrie Profile que pode manter os fãs da franquia, interessados. Os novatos, não impressiona - Vanessa Ferreiravanessaferreira
7
out of 10.
2022-11-01T11:14:06-0300

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comentem aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.