A chegada de um dos possíveis GOTY de 2021, agitam a indústria dos games, e Forza Horizon 5 tem a missão de cumprir essa expectativa. Com a fatídica pandemia que causou uma mudança no cenário atual do mundo, pessoas ficaram mais restritas. Uma delas é em poder montar um melhor setup, com aumento nos preços de periféricos, hardware, entre outros.

Apesar disso, os jogos continuam sendo lançados e exigindo cada vez mais dos processadores, placas de vídeos, memória. Impulsionada também pelos lançamentos de consoles da chamada “Nova geração“como Playstation 5 e os dois Xbox Series X e Xbox Seris S. Para equivaler e processar a mesma qualidade ou superior desses consoles, os requisitos recomendados e mínimos são cada vez mais elevados. Assim como, citados acima, subir o patamar atual não são para todos e ficamos estagnados. Infelizmente, não adianta chorar no “colinho dos pais“, acredito que até para eles devem estar péssimo!

A solução seria ficar com o dedo na boca lamentando pela janela, ou buscar alternativas ao menos para sentir o êxtase e adrenalina de um bom jogo? Pensando nisso, muitas empresas já haviam buscado iniciativas como a Nvidia com seu Geforce Now — recentemente chegou ao Brasil. A Google com seu e ainda lutando para tornar-se popular o Stadia e a Microsoft por Projeto xCloud. Cito xCloud, pois, era o nome de batismo do que conhecemos hoje, por Xbox Cloud Gaming.

Diferentemente, do GeForce Now e do Stadia, com o Cloud Gaming o jogador pode jogar baseado no catálogo de jogos pré-determinado pela Microsoft. A biblioteca inclui, títulos que entram e saem de tempos em tempos, parece uma desvantagem. O que difere é não haver uma necessidade da aquisição dos games! De fato, existem os prós e contras, mas dadas as circunstâncias do momento é válido o risco.

A Microsoft nos últimos anos tem investido pesado para que seus serviços como o Game Pass seja o seu carro chefe e, os usuários passem a assina-lo. Criando parcerias com estúdios third-party e adquirindo outros para seu aglomerado no Xbox Game Studios. Seu serviço de assinatura de jogos, vem aumentando todos os meses com títulos independentes, double-A e triple-A. Por falar em Triple-A, diversos títulos estão sendo lançado no primeiro dia, da disponibilidade oficial do jogo, remetendo uma excelente opção para jogar. O que começou tímido foi se expandindo para outros dispositivos, além de consoles e PC. Hoje, a empresa possui o Ultimate nos mobiles, liberando os mesmos jogos do console para versões dos dispositivos móveis. Ainda foram mais longe, para entrar de vez na concorrência com a Nvidia e Google, possibilitando jogar títulos lançados para consoles Xbox, via navegador, app Xbox no PC.

Retomando, ao assunto iniciado no primeiro parágrafo, a gigante americana está levando os seus blockbusters para o Cloud Gaming. Vale lembrar que, somente por enquanto, os jogos lançados no console, são emulado nas nuvens. Esse é o caso de Forza Horizon 5 confirmado recentemente para entrar via Cloud.

Com as especificações mínimas e placas que nativamente rodam o Directx 12, grande parte poderia ficar excluída de jogar o título. As máquinas da velocidade querem uma configuração satisfatória para poder mostrar todos os seus cavalos.

Por mais, que exista uma mensalidade e um peso nas contas, o fato de conseguir jogar jogos da atualidade sem a necessidade de um super PC. Aumenta a estima daqueles que estariam ficando de fora em testar e mergulhar na imersão das corridas de um dos maiores jogos de automobilismo. Abaixo observamos os requisitos para conseguir lançar o jogo via Desktop e Notebooks:

Requisitos de sistema

    Mínimos:
    • Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
    • SO: Windows 10 version 15063.0 or higher
    • Processador: Intel i5-4460 or AMD Ryzen 3 1200
    • Memória: 8 GB de RAM
    • Placa de vídeo: NVidia GTX 970 OR AMD RX 470
    • DirectX: Versão 12
    • Rede: Conexão de internet banda larga
    • Armazenamento: 110 GB de espaço disponível
    Recomendados:
    • Requer um processador e sistema operacional de 64 bits
    • SO: Windows 10 version 15063.0 or higher
    • Processador: Intel i5-8400 or AMD Ryzen 5 1500X
    • Memória: 16 GB de RAM
    • Placa de vídeo: NVidia GTX 1070 OR AMD RX 590
    • DirectX: Versão 12
    • Rede: Conexão de internet banda larga
    • Armazenamento: 110 GB de espaço disponível

Pelas exigências com espaço de 110 GB de espaço em disco, Directx 12 e um GTX 970 ou AMD RX 470, e processadores, é um alívio para quem não possui condições para uma migração. Baseado pela tendência que os jogos nas nuvens vão ter uma exploração maior, a medida que a tecnologia expande. A ambição é notória em um acordo firmado entre Microsoft e a Sega para explorar tecnologia Cloud e jogos voltados para a plataforma.

Logo, recomendo devido a contratempos que o viabilizam seu investimento para melhorar seu setup, apostar no Xbox Cloud Gaming, ao menos para jogar os exclusivos do Xbox Gaming Pass é válido. Exemplos de Halo Infinite é mais um exclusivo que vai entrar na nuvem em seu lançado. Acredito, que Mcrosoft Flight Simulator pode ser o próximo exclusivo a ser anunciado para adicionar a biblioteca de jogos do xCloud.

Conclusão se sua alternativa está ligada ao seu porquinho nas economias para pagar mensalmente algo com bom retorno e sem custos altíssimos. A nuvem do Xbox consegue suprir suas necessidades de momento e continuar atualizados com franquias recém-lançadas. A plataforma permite os novos usuários utilizarem o primeiro mês por apenas R$5,00 para que o jogador futuramente não arrependa.

Forza Horizon 5 será lançado em 9 de novembro para Series X|S e PC (Steam, Game Pass e Cloud Gaming com Ultimate).

Você também pode acompanhar o MeUGamer nas redes sociais: Instagram, Twitter, e se inscrever no nosso canal do YouTube.

icon

Gamernéfilos, comente aqui!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.